Connect with us

Geral

Xiaomi anuncia o novo Redmi Note 11 4G: Um smartphone de baixo custo

Published

on

Sensivelmente um mês após o lançamento dos primeiros equipamentos da série Redmi Note 11, a Xiaomi anunciou um novo equipamentos para todos aqueles que não querem saber da ligação 5G, em favor de um preço mais em conta, e estou a falar do novo Redmi Note 11 4G.

Em termos práticos este Redmi Note 11 4G parece ser um equipamento que já é conhecido de alguns de vós, o Redmi 10, que já foi disponibilizado em alguns mercados há algum tempo, mas com alterações pouco significativas.

Em termos de especificações técnicas, este equipamento conta com ecrã LCD de 6,5 polegadas com a resolução FullHD+ e taxa de refrescamento de 90Hz. No seu interior temos um chip de baixo custo da Mediatek, o Helio G88, que é acompanhado por 4 ou 6GB de RAM LPDDR4X e 128GB de armazenamento interno eMMC 5.1, que podem ser expandidos usando um cartão MicroSD.

Redmi Note 11 4G oficialmente anunciado

Para a fotografia, ele conta com um sistema de tripla câmara na traseira, em que o sensor principal conta com 50MP, e que é acompanhado por um sensor Ultra Grande angular de 8MP e um sensor Macro de 2MP. Já na frente, ele conta com um sensor de 8MP.

A sua bateria conta com 5000mAh com suporte para o carregamento rápido de 18W e carregamento reverso de 9W. Em termos de software, ele sai de fábrica com o MIUI 12.5, que é baseado no Android 11, e a empresa prometeu a actualização para o Android 12.

Para terminar, foi revelado que o Redmi Note 11 4G estará disponível na China em três cores (Dreamy Clear Sky, Time Monologue e Mysterious Blackland) ao preço de 999 yuan (equivalente a cerca de 140 euros) para a versão com 4 GB de RAM e 1.099 yuan (igual a aproximadamente 155 euros) para a versão com 6 GB de RAM.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Geral

Hallo fãs do Star Wars, O Livro de Boba Fett tem um novo trailer intenso

Published

on

By

Se é fã do Star Wars, certamente está ocorrente de que o Disney+ está a preparar mais conteúdo baseado nessa saga, e o próximo a chegar à sua plataforma de streaming é a série “O Livro de Boba Fett“.

Enquanto esperam para descobrir o que a série tem para revelar, a 29 de Dezembro e 2021, os fãs da saga de culto criada por Georges Lucas poderão assistir ao novo trailer disponibilizado para o O Livro de Boba Fett.

Para quem não conhece, ou nunca ouviu falar, nesta série, o caçador de recompensas mais famoso da Galáxia retornou após anos de ausência, na 2ª temporada de The Mandalorian. Depois de ajudar Mando a salvar Grogu, aquele que trabalhou por muito tempo para Jabba The Hutt decide retornar a Tatooine, acompanhado pelo mercenário Fennec Shand.

O Livro de Boba Fett estreia a 29 de Dezembro no Disney+

O trono do senhor do crime foi deixado vago, pois o Senhor não sobreviveu ao seu último encontro com um certo Luke Skywalker. Para Boba, esta é a oportunidade perfeita para assumir o poder de Tatooine e conquistar o império de Jabba. Só e conforme sugerido por este novo trailer lançado pela Disney +, os outros criminosos não vêem com bons olhos o retorno do caçador de recompensas. E obviamente será necessário jogar o blaster para ser respeitado pelos ex-tenentes da lesma.

Como um lembrete, The Book of Boba Feet estará disponível no Disney+ a partir de 29 de Dezembro de 2021. Infelizmente, não vai conseguir devorar toda a temporada na primeira noite. Na verdade, a plataforma optou por uma transmissão semanal… Também será necessário ter paciência antes de descobrir a 3ª temporada de The Mandalorian, já que o seu lançamento não está previsto para acontecer antes de meados do ano 2022.

Se ainda não é assinante do Disney+, pode conhecer todas as condições, preços, promoções e muito mais aqui.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Geral

Jack Dorsey, o homem forte o Twitter, demite-se e abandona de imediato a empresa

Published

on

By

Aquele que até hoje foi o homem mais poderoso da rede social Twitter, Jack Dorsey, anunciou o abandono da empresa, e entrega o leme a Parag Agrawal.

O cofundador, e até hora CEO do Twitter já havia deixado o posto em 2008, para ingressar na presidência do conselho de administração do Twitter, uma passagem de bastão que não foi totalmente conclusiva. Dorsey finalmente assumiu a direcção de sua empresa em 2015… mas sempre disse que não iria ficar muito tempo como CEO da empresa… e pelos vistos ele achou que 6 anos não era muito tempo.

Na verdade, desde esta manhã, que haviam rumores a dar conta de uma possível renúncia de Jack Dorsey, rumores que resultaram num aumento de 10% nas acções do Twitter. E agora isso veio a confirmar-se, e surgiu num anúncio que tem efeitos imediatos.

Jack Dorsey

Jack Dorsey já não é o CEO do Twitter

Quem assume a sua posição é o actual CTO (Chief Technological Officer), Parag Agrawal, que vai assumir as rédeas do Twitter. Uma escolha forte por parte do fundador do Twitter que não explica directamente o seu desejo de investir mais no seu outro projecto, o Square.

No entanto, declarações anteriores de Jack Dorsey sugeriam que esta escolha, que ele diz o deixar “muito triste”, tem motivações muito boas. Com efeito, aos 45 anos seria bom que o icónico patrão abrisse mão do seu lugar, aquele que nos garante que quer que o Twitter possa “agarrar-se a si mesmo” e não apenas pela capacidade do patrão ou do fundador para liderar.

FONTE

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Geral

Microsoft Store do Windows 11 recebe recurso muito solicitado pelos utilizadores

Published

on

By

Com a chegada do Windows 11, a Microsoft fez algumas mudanças no sistema e nem todas são a nível de design. Uma das grandes novidades, foi a reformulação da Microsoft Store, no entanto, este facelift teve uma grande falha que agora está a ser corrigida.

Na actual Microsoft Store, é impossível saber o número da versão de uma aplicação, uma funcionalidade que parece ser básica, mas que não está presente. Não parece, mas saber o número da versão de uma aplicação pode ser útil para saber se está, ou não, atrasado numa actualização, ou simplesmente para para perceber os motivos pelo qual não tem acesso a um recurso. Tudo o que pode saber agora é se a sua aplicação precisa, ou não, de actualização.

Agora, e segundo esta a ser revelado, a Microsoft está em vias de corrigir esse problema. Nos detalhes da aplicação, em breve será possível aceder a algumas informações importantes, como o nome dos programadores ou o espaço que ocupa, mas também o número da versão instalada.

Microsoft Store prepara-se para receber recurso básico mas importante

A falta dessas informações pela Microsoft parece mais um descuido do que qualquer outra coisa, mas o erro será corrigido. De momento, não temos informações sobre quando isso será disponibilizado para todos os utilizadores do Windows 11, mas isso deve acontecer muito rapidamente. Um detalhe que não interessa a muitos utilizadores, mas que ainda é importante.

Alem disso, não sabemos se o recurso básico será disponibilizado na Microsoft Store para o Windows 10, que também já tem o mesmo design da Store do Windows 11.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Em alta

Jokenpo - Um portal de conteúdo Nerd do grupo Experience.

November 25, 2021