Connect with us

Geral

Análise Asus Zenbook 13: Que belo ecrã OLED

Published

on

O titulo deste artigo não deixa muito espaço para duvidas, e este artigo é dedicado à analise do Zenbook 13 OLED UX325E, um portátil da Asus. A empresa conseguiu fazer um dispositivo realmente premium, com design elegante, desempenho surpreendente e acima de tudo eficiente.

E quando digo que tem um desempenho surpreendente, é porque ele tem tudo aquilo que a grande maioria dos utilizadores necessita. Está equipado com um Intel Core i5-1135G7 de 11ª geração, 8GB de RAM, um SSD NVMe de 512GB, uma placa gráfica Intel Iris Xe, e um belíssimo ecrã OLED de 13,3 polegadas anti-reflexo.

Em termos de acabamento, este Asus Zenbook 13 é um portátil em alumínio que salta à vista assim que o tiramos da caixa. Alem de ser um dispositivo muito fino, a Asus não deixou de lado algo que é realmente importante, a conectividade. No total temos 3 portas USB, 1 do Tipo-A e 2 do Tipo-C. Estas portas do tipo-C permitem velocidades semelhantes ao do Thunderbolt 3, ou seja, em até 40Gbps.

Temos ainda uma porta de vídeo HDMI 2.0, do tamanho normal e uma entrada para cartões MicroSD.

Tal como já tinha informado anteriormente, ele conta com um belíssimo ecrã OLED de 13,3 polegadas (não touch) e com a resolução FullHD com 1920×1080 pixeis, que me conseguiu impressionar. Ele é capaz de reproduzir imagens com realmente muita qualidade, que em conjunto com o seu sistema de som “criado” pela Harmn Kardon, conseguimos ter uma experiência multimédia fantástica.

As suas molduras laterais são realmente finas, no entanto a moldura superior e a inferior, são um pouco maiores.

O Asus Zenbook 13 conta com teclado chiclete em estilo de ilha, que posso realmente dizer que gosto. Alem de ser confortável e preciso, é um dos teclados mais silenciosos que já experimentei num laptop, e isso faz diferença para quem tem de digitar durante algumas horas todos os dias.

Em relação ao trackpad, ele é realmente grande, maximizando todo o espaço que pode no deck. Ele usa drivers Microsoft Precision, é excepcionalmente suave, não faz barulho e tem um clique satisfatório.

E se tudo o que relatei acima não fizesse este laptop ser realmente interessante, então fique a saber que o seu desempenho é do melhor que podemos ter nesta gama. Um processador Intel Core i5-1135G7, 8GB de RAM DDR4, e uma placa gráfica Intel Iris Xe. Quando estava a testar o Asus Zenbook 13 utilizei-o para tudo o que preciso de um PC, onde se inclui trabalho e diversão. Como devem imaginar, muito do meu trabalho é feito com diversos navegadores abertos e a trabalhar em simultâneo, com redes sociais, email e mais algumas ferramentas, e tudo em execução ao mesmo tempo. E em momento algum senti falta de performance. Tudo muito suave, e feito de forma muito rápida.

Não sou muito fã de jogos no PC, mas tinha de experimentar o desempenho desta Intel Iris Xe, e como tal decidi instalar o Assassins Creed Syndicate. Para meu espanto, executou o jogo, mas como deve imaginar notou-se que este não é um laptop para jogos, mas o jogo foi executado.

O seu SSD é de 512GB, e tratando-se de um SSD NVMe não lhe falta velocidade, já que está anos luz há frente dos habituais HDD.

A duração da bateria é algo que me deixou um pouco com o pé atrás. Verificar o ecrã que este laptop tem, com o hardware no seu interior, esperava um pouco mais. Não é o melhor laptop que já tive em mãos em termos de autonomia, mas posso-vos garantir que consegui trabalhar cerca de 9 horas seguidas com o mesmo, sem que este tenha visto o carregador. É bom? Para mim acho que é um valor realmente ajustado, 9 horas de trabalho, que apesar não ser muito exigente a nível de processamento, são 9 horas seguidas de ecrã.

A Asus diz que o aguenta cerca de 13 horas em reprodução de vídeo, e eu acredito que seja possível, já que a sua bateria conta com 67Wh. No momento de carregar, ele vem com um carregador de 65W, e 50% de carregamento consegue-se obter em 45 minutos. Para carregar totalmente a bateria, precisamos de cerca de 1 hora e 55 minutos.

Análise Asus Zenbook 13: Veredicto final

Confesso que não tinha grandes expectativas para este Zenbook 13. Apesar de ter boas especificações, tinha ideia que era só mais um laptop, mas enganei-me, e a Asus conseguiu surpreender-me muito pela positiva, principalmente no ecrã.

Como devem ter reparado em toda a análise, não tenho grandes pontos negativos a apontar. Poderia queixar-me da placa gráfica, mas penso que ninguém compra um laptop deste estilo para jogar, ou pelo menos não devia, e este Zenbook garantidamente não foi desenhado para isso, pelo que nem nesse ponto posso pegar.

Em relação ao seu sistema operativo, ele vem com o Windows 10 Home, que funciona perfeitamente nesta máquina. No momento em que liguei a máquina pela primeira vez foi-me solicitado a instalação do Windows 11, que decidi não o fazer, já que a máquina foi-nos gentilmente fornecida pela Asus Portugal, e caberá a eles decidir se o querem fazer ou não, e face ao tempo que fiquei com o laptop em minha pose, reverter para o Windows 10 Home poderia ser mais trabalhoso.

De resto, desde o seu design, acabamento, processador, memoria, disco e ecrã, é um excelente laptop que certamente não o deixará mal, qualquer que seja a situação. Como tal, a nosso nota para o Asus Zenbook 13 é (4 em 5):

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Geral

Vivaldi é actualizado e chega com algumas novidades

Published

on

By

O Vivaldi foi actualizado e chegou à versão 5.0 trazendo consigo muitos novos recursos, incluindo temas partilháveis, um painel de tradução com traduções automáticas e uma barra de duas guias no Android. Cada um desses novos recursos adiciona à já longa lista de coisas que os utilizadores avançados podem fazer dentro deste navegador.

Com o novo Vivaldi no desktop, os utilizadores podem criar temas com mais facilidade, pois ele lida com imagens de fundo de forma mais integrada. Se não for muito bom em criar temas, uma nova opção foi adicionada para descarregar temas da web. Por outro lado, se consegue fazer bons temas, sinta-se à vontade para partilhá-los no site de temas do navegador para que outras pessoas possam descarrega-lo e usar as suas criações.

Com esta actualização para desktop também temos o Painel Traduzir, que permite traduzir trechos de texto com mais facilidade. Para usar o recurso, basta abrir o painel Traduzir e destacar qualquer texto na página; ele aparecerá automaticamente no painel Traduzir junto com uma tradução no seu idioma de destino, sem a necessidade de cliques adicionais. Se faz muitas traduções, o Vivaldi mantém um registo da história local para que possa ver trechos anteriores que traduziu.

Vivaldi 5.0 já está disponível para download

Já no smartphone, a principal mudança no Vivaldi é a introdução das chamadas guias de navegador de dois andares. Os telefones tendem a ter muito espaço vertical, então a equipa do navegador provavelmente pensou por que não usar esse espaço extra para enfiar mais guias. Ter guias completas, como um navegador de desktop, torna mais fácil alternar entre as páginas da web, pois não precisa de abrir um selector de guias separado, como se faz no Chrome e Firefox.

Alem disso, o Vivaldi 5.0 para Android foi actualizado para funcionar correctamente em tablets e Chromebooks. Da mesma forma que a experiência de desktop, os utilizadores de tablet agora poderão abrir painéis no lado esquerdo do navegador. Os painéis fornecem acesso a uma variedade de itens, incluindo Histórico, Downloads, Marcadores, Notas e muito mais.

Para obter a versão mais recente do navegador, aceda à página de downloads, onde encontrará um link para a Google Play Store, bem como downloads para Windows, macOS e Linux.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Geral

OPPO INNO DAY 2021 será realizado a 14 e 15 de Dezembro

Published

on

By

A OPPO anunciou à instantes que o OPPO INNO DAY 2021 será realizado nos próximos dias 14 e 15 de Dezembro em Shenzhen, na China. O OPPO INNO DAY 2021, emblemático evento tecnológico anual da empresa que revela as actualizações da estratégia e apresenta as conquistas tecnológicas da marca, deverá também atrair participantes de todo o mundo através do seu evento online OPPO INNO WORLD. Esta apresentação virtual será recordada como um dos eventos de apresentação online mais interativos dos últimos anos.

Desde que o OPPO INNO DAY foi iniciado, em 2019, o evento tem sido considerado como o precursor do caminho definido pela empresa. No OPPO INNO DAY inaugural de 2019, a OPPO ilustrou o seu ecossistema integrado de tecnologias inovadoras, incluindo óculos de realidade aumentada, o 5G CPE e o smartwatch. No ano passado, a OPPO apresentou três produtos conceptuais, incluindo um revolucionário telefone extensível, o OPPO X 2021. Em 2021, a OPPO irá digitalizar o evento de apresentação e as exposições, transformando o evento convencional num mundo de experiências virtuais interativas e de entretenimento.

Revelada a data de realização do OPPO INNO DAY 2021

O OPPO INNO WORLD é o palco virtual do OPPO INNO DAY 2021. Os visitantes do OPPO INNO WORLD poderão juntar-se à apresentação de forma remota através dos seus avatares personalizados. Além disso, terão a liberdade de visitar todos os pavilhões da exposição virtual. Através da utilização de avatares personalizados, os visitantes podem também conviver entre si. O OPPO INNO WORLD estará totalmente acessível a partir de 14 de Dezembro.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Geral

Está a pensar comprar algo da Razer? Temos más noticias

Published

on

By

A escassez global de componentes está a criar problemas em muitos sectores, e essa situação crítica que começa a pesar nas contas das fabricantes de equipamentos electrónicos. As consequências dessa escassez devem ser sentidas em breve na carteira do consumidor.

A prova disso é que Min-Liang Tan, o CEO da Razer, utilizou a sua conta na rede social Twitter para por os pés no prato e anunciar que um aumento “significativo” no custo dos componentes forçará a sua empresa a aumentar os preços dos produtos oferecidos ao cliente final. Alem disso, a gama Razer Blade não será poupada por esta valsa de etiquetas.

Just had a long meeting to review our gaming laptops line for next year – looks like there are significant increases in component costs etc and we’ll be seeing price increases for next gen gaming laptops across the board (including the @Razer Blade) next year.

— Min-Liang Tan (@minliangtan) November 30, 2021

Razer aumenta o preço dos seus computadores

Esses aumentos de preços começarão no decorrer do ano de 2022. Para os entusiastas dos produtos Razer, isso claramente não é uma boa notícia, especialmente porque os computadores, e acessórios da fabricante já estão posicionados no topo da cesta em termos de preço. Resta saber agora o nível de aumento, mas para o CEO da empresa vir a publico dar conta do mesmo, é porque não será pequeno.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Em alta

Jokenpo - Um portal de conteúdo Nerd do grupo Experience.

November 21, 2021