Connect with us

Geral

Acer anuncia o novo Predator Orion 7000

Published

on

A Acer anunciou hoje a expansão do seu portfolio de gaming Predator com os novos desktops Predator Orion 7000 series de alto desempenho e dois projetores smart 4K para gaming. Para aumentar ainda mais a experiência de jogo, a mesa de gaming Predator oferece duas opções práticas de superfície e um bastidor de armazenamento.

“Os desktops Predator Orion 7000 series são máquinas premium e poderosas para jogadores que exigem um desempenho incrível dos títulos mais exigentes,” comentou Jeff Lee, General Manager, Stationary Computing, IT Product Business, Acer Inc. “Para oferecer um desempenho de próxima geração, estamos satisfeitos em ser das primeiras empresas a integrar os novos CPUs Intel Core de 12.ª geração no nosso portfolio de produtos.”

“Os processadores Intel Core desktop da 12ª geração são um enorme salto inovador para o desempenho dos jogos e para a memória, E/S e conectividade líderes da indústria”, disse Marcus Kennedy, General Manager of Gaming and Esports, Intel. “A potenciar o seu desempenho de topo está a nova arquitetura híbrida de performance que combina dois núcleos totalmente novos para proporcionar um desempenho intenso para elevadas frame rates e um desempenho multi-tarefa que os jogadores modernos esperam.”

Predator Orion 7000: PC de Gaming Atualizável e com Arrefecimento Líquido

Os poderosos novos desktops de gaming Predator Orion 7000 series (PO7-640) oferece aos utilizadores tudo o que é preciso para jogar os jogos mais exigentes – do presente e do futuro. Projetados para jogadores hardcore, estes novos PCs atualizáveis estarão equipados com os mais recentes processadores overclockable Intel Core de 12.ª geração, GPUs até NVIDIA GeForce RTX 3090 series, e até 64 GB de RAM DDR5-4000.

O incrível chassis em conformidade com EMI possui painéis laterais em vidro transparente e temperado que revelam duas ventoinhas frontais de 140 mm Predator FrostBlade 2.0 e uma terceira ventoinha traseira de 120 mm Predator FrostBlade 2.0 que pode ser iluminada por uma variedade de cores ARGB. No topo da caixa há uma abertura que possibilita a substituição da ventoinha de 120 mm por uma de 240 mm. Por sua vez, o software PredatorSense permite aos jogadores controlar a iluminação ARGB, velocidade da ventoinha e overclocking. A acentuar a iluminação e design arrojados está o logo Predator com iluminação verde-azulada na parte frontal do chassis, juntamente com um botão de power em verde-azulado com refração no topo do sistema.

A par desta estética atrativa está uma gestão térmica de exceção, com as três já mencionadas ventoinhas Predator FrostBlade 2.0, e também um sistema de arrefecimento líquido AIO do CPU e gestão avançada do fluxo de ar para arrefecer eficientemente os componentes do sistema. As lâminas finas e curvas da ventoinha FrostBlade são concebidas para aumentar suavemente o fluxo de ar sem causar turbulência e para dissipar rapidamente o calor. Além disso, os rolamentos do ventilador resistentes ao desgaste e totalmente vedados evitam fugas de lubrificante e a entrada de poeira, a fim de manter a estabilidade e prolongar o tempo de vida útil do computador.

A Intel Killer 2.5G LAN dá aos jogadores uma vantagem competitiva ao detetar e priorizar o tráfego de jogos em relação a outro tráfego de rede, resultando numa conectividade mais suave e rápida para jogos online e streaming de conteúdos. A tecnologia Intel® WiFi 6E (AX211) e 2×2 MU-MIMO fornecem conectividade sem fios rápida e segura. Um colosso para gaming, o Predator Orion 7000 fornece muitas portas para aproveitar os mais recentes acessórios. Na frente do chassis para acesso rápido estão três portas USB 3.2 Gen 1 Tipo A, uma porta USB 3.2 Gen 1 Tipo C, e duas tomadas de áudio. Na parte posterior, existem três portas USB 3.2 Gen 2 Tipo A, uma porta USB 3.2 Gen 2×2 Tipo C, duas portas USB 2.0, e três tomadas de áudio.

Com amplo armazenamento, o sistema inclui uma baía de discos de 2,5 polegadas USB 3.2 Gen2 Tipo C, 2x SSDs NVIMe M.2 PCIe 4.0 (até 1 TB cada) e dois discos rígidos SATA3 de 3,5 polegadas (até 3 TB cada).

Projetores de Gaming Predator GD711 e Predator GM712

O Predator GD711 é um projetor smart LED 4K de gaming que é compatível tanto com consolas como com PCs de gaming. O projetor também inclui um mercado de aplicações que oferece aos utilizadores acesso a uma variedade de serviços de streaming. O Predator GD711 apresenta uma ampla gama de cores que corresponde a 125% da relação de área do Rec. 709, cobrindo a maior parte do espaço de cor dentro da gama, para além de uma área significativa fora dela para oferecer aos jogadores níveis impressionantes de saturação de cor. 4.000 lúmenes LED de brilho, contraste dinâmico elevado e desempenho HDR10 garantem que o conteúdo tem um aspeto incrível.

O projetor inclui vários modos entre os quais os utilizadores podem mudar consoante o seu estado de espírito. O modo padrão oferece uma resolução 4K (3840 x 2160) para desfrutar de filmes e vídeos com detalhes nítidos, enquanto dois modos de jogo – um para cenas brilhantes, outro para as escuras – permitem aos utilizadores escolher definições de frames otimizadas para a estética do jogo que estão a jogar. O Predator GD711 projeta imagens com um modo de taxa de atualização variável de 1080p@120 Hz para consolas ou até 1080p@240 Hz para PCs, proporcionando um desempenho suave mesmo nas cenas com mais atividade. Além disso, projetando a apenas 23 dBa quando em modo ECO, este “cinema em casa” pronto para gaming também não vai quebrar a sua imersão.

O Predator GD711 apresenta uma relação de throw de 1,22, o que significa que suporta uma vasta gama de tamanhos de throw. A recomendação da Acer é um ecrã de 100 polegadas projetado a partir de apenas 2,70 m de distância. Também vem com a conveniência de um altifalante de 10 W e um controlo remoto que tem um revestimento antimicrobiano na sua superfície e botões. O excelente fluxo de ar dissipa o calor, ajudando a proporcionar uma longa vida útil de 30.000 horas. As opções de conectividade incluem duas portas HDMI 2.0 para PCs e consolas, saída de áudio para um altifalante extra e três portas USB Tipo A: uma para o dongle sem fios escondido do projetor, outra para ligar um acessório sem fios, e outra para DC 5V-out que também permite aos utilizadores atualizar o firmware do dispositivo.

Para os utilizadores que preferem projetores baseados em lâmpadas, o Predator GM712 também está disponível com resolução 4K e 3.600 lúmenes ANSI de luminosidade.

Predator Gaming Desk

A mesa de gaming Predator de 55 polegadas (PGD110) oferece amplo espaço para um sistema de gaming, monitor, acessórios, e muito mais. Os jogadores podem escolher entre duas superfícies: uma revestida numa fibra de carbono de fácil limpeza ou outra coberta com um tapete de rato Predator concebido à medida. Equipada com amplo espaço de armazenamento, a mesa de gaming Predator vem com um suporte para armazenar os gamepads e/ou cartuchos, um gancho para auscultadores, um suporte para copos, e um tabuleiro enfiado na parte de trás para adaptadores CA. A mesa é resistente, com a capacidade de suportar até 120 kg.

Preço e Disponibilidade

O Predator Orion 7000 (P07-640) estará disponível na EMEA no primeiro trimestre de 2022 com preços desde 2.199 €.O Predator GD711 Projector (GD711) estará disponível na EMEA em dezembro com preços a partir de 1.499 euros.O Predator GM712 Projector (GM712) estará disponível na EMEA em janeiro de 2022 com preços a partir de 1.399 euros.A Predator Gaming Desk (PGD110) estará disponível na EMEA em dezembro com preços a partir de 229 euros.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Geral

Microsoft reconhece novo bug do Windows 11 e pausa a sua disponibilização

Published

on

By

Apesar de ter estado alguns meses em fase beta, é natural que o Windows 11 sofra de imensos bugs, ou falhas, já que de momento se encontra numa fase muito adolescente da sua vida útil. Recentemente, a Microsoft reconheceu um grave problema que afecta as impressoras que estão ligadas através da uma porta USB, e agora a empresa reconhece outro bug que faz com que o famoso BSOD (Blue Screen of Death) surja com alguma frequência.

A Microsoft explicou que esses falhas são causadas por aplicações que usam caracteres não ASCII nas suas chaves de registo, pois descobriu um problema de compatibilidade que poderia causar todos os tipos de problemas, incluindo uma falha na inicialização dessas mesmas aplicações.

“Foram encontrados problemas de compatibilidade entre aplicações que usam alguns caracteres não ASCII nas suas chaves de registo, ou subchaves, no Windows 11. As aplicações afectadas podem não conseguir abrir e podem causar outros problemas, ou erros, no Windows, incluindo a possibilidade de receber um erro com um ecrã azul. Importante: As chaves de registo afectadas com caracteres não ASCII podem não ser reparadas”, explica a empresa.

Microsoft suspende a actualização do Windows 11 para alguns utilizadores

Entretanto, a Microsoft anunciou um bloqueio de actualização, para que os computadores que poderiam ser afectados por este problema não recebam mais a actualização para o Windows 11. Claro, ainda é possível instalar o sistema operativo usando outros métodos, mas a empresa não os recomenda, explicando que se ignorar essa restrição, os dispositivos podem acabar por enfrentar bugs críticos, incluindo alguns que podem causar bloqueios fatais.

“Para proteger a sua experiência de actualização, aplicamos uma suspensão de compatibilidade nesses dispositivos contra instalação, ou oferta, do Windows 11. Se a sua organização estiver a utilizar o Update Compliance, a ID de protecção para dispositivos com navegador Cốc Cốc é 35891494. A ID de protecção para dispositivos com a aplicação Autenticação.gov é 36632506 ”, afirma a Microsoft.

Uma correcção já está em andamento, mas de momento, não há previsão de quando ela poderá ser publicada.

FONTE

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Geral

Um dos melhores navegadores da Internet abandona a pesquisa Google

Published

on

By

Brave é sem sombra de duvida um os melhores navegadores da Internet, que agora anuncia que o seu motor de pesquisa padrão deixou de ser o Google. A empresa oferece agora o seu próprio motor de pesquisa que está focado na privacidade.

A desactivação do Google como mecanismo de pesquisa no Brave é uma realidade em cinco países: Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Alemanha e França. E a empresa afirma querer apostar no seu próprio sistema contando com a melhor privacidade.

O motor de pesquisa Brave fez a sua estreia em Junho, e na ocasião apenas estava disponível em forma de versão beta. Os resultados foram conclusivos, tanto que o mecanismo de pesquisa agora substitui o Google no navegador. Mas, como podemos ver, esta é uma implementação gradual, já que de momento apenas afecta cinco países, que reconhecidamente reúnem muitas pessoas.

Brave coloca a pesquisa Google “na gaveta”

E para quem quer ter a Google ou o DuckGoGo no Brave? É possível fazer uma alteração nas definições do navegador. Mas o grupo espera que a maioria dos seus utilizadores não use, e permaneça no seu sistema. O mecanismo de busca também pode ser acedido a partir de qualquer navegador no endereço search.brave.com.

Observe que o mecanismo do Brave não contém anúncios. Pelo menos é o que acontece por enquanto, porque o grupo anuncia que em breve haverá duas versões. A primeira será gratuita com anúncios, e a outra será paga, mas sem publicidade, apesar de ainda não haver informações sobre o seu preço.

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Geral

Aplicação do Instagram para PC ganha novas funcionalidades

Published

on

By

Até há bem pouco tempo uma aplicação praticamente nula no desktop, o Instagram para PC, ganha agora cada vez mais recursos de utilização. Desta vez, a rede social controlada pelo Facebook adicionou a capacidade de publicar fotos e vídeos através do PC.

Essa capacidade de publicar fotos ou vídeos no Instagram através do PC está agora a ser implementada. A plataforma revelou que essa implantação começa esta semana. Os utilizadores terão um novo botão com o sinal “+” que aparecerá no canto superior direito. Basta clicar no mesmo e escolher o seu vídeo ou foto, aplicar os filtros, colocar uma descrição, marcar geograficamente o conteúdo (se necessário) e finalmente ir para a publicação.

De qualquer forma, esse novo recurso era esperado por muitas pessoas. Podemos imaginar que alguns vão aproveitar a mudança para publicar fotos, ou vídeos, que foram feitos com uma câmara. Eles podiam fazer isso antes, mas tinham que transferir para um smartphone, e publicar a partir do mesmo, e agora essa etapa deixa de ser necessária.

Instagram para PC já permite publicar fotos e vídeos

Além disso, o Instagram anunciou um novo sistema de “Colaboração”. Ele permite que um utilizador colabore com outro utilizador identificando-se. Assim que o outro utilizador aceitar a identificação, ambos os nomes aparecerão como autores de uma publicação, ou Momento, citando, assim os dois criadores. Eles também terão uma contagem de visualizações partilhada, contagem de likes e tópico de comentários. A empresa está a testar esse recurso desde o passado mês de Julho.

O Instagram também começará a testar uma forma de criar arrecadação de fundos para organizações sem fins lucrativos. A funcionalidade permite que inicie uma campanha de arrecadação de fundos directamente do botão “+”. Nesse ponto, poderá seleccionar uma organização sem fins lucrativos e adicionar a arrecadação de fundos nessa sua publicação.

FONTE

Este artigo foi originalmente publicado no Noticias e Tecnologia

Continue Reading

Em alta

Jokenpo - Um portal de conteúdo Nerd do grupo Experience.

October 13, 2021